É preciso conhecer

É preciso conhecer

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Contato e informações com o pesquisador Alysson Muotri

Caro Prof. Alysson: Conforme o sr.deve saber, os avanços nas pesquisas de sua equipe tiveram grande repercussão no Brasil recentemente. Sou prof. da UFSC em Santa Catarina e pai de um menino autista de 8 anos de nome Cícero e autor do blog : diversidade autista

Gostaria de manter contato e saber mais informações, bem como acompanhar os avanços de sua equipe, passo que penso importante para a cura e melhora da condição dos autistas.
Se possível, sua equipe poderia passar dicas, técnicas, algumas sugestões de remédios e terapias que ajudassem neurologistas no tratamento e avanço das terapias no Brasil, ainda tão primitivas e precárias. Como sou da área de mídia e conhecimento (mídia digital) e pai de um menino autista, participo de uma rede social e pesquiso nesta área, também me coloco a disposição para a divulgação de seus artigos.
Um fraternal abraço e desejando sorte para os trabalhos de todos vocês.
Marcio Vieira


Caro Marcio,

Parabéns a voce e ao Cicero pelo blog e divulgação do assunto.
Sou um cientista estudando estágios pre-clinicos do autismo, quero saber o que acontece com os neuronios antes dos sintomas aparecerem. Tenho pouca experiencia clinica e ficaria pouco confortável em falar de terapias, remedios, etc. Alem disso, como vc sabe, a sindrome eh bem heterogénea e o que funciona pra um paciente, pode nao funcionar pra outro.
Acho que a melhor parte da pesquisa apresentada ano passado foi o de demonstrar que os neuronios de pacientes com a síndrome nao estão nesse estado permanece, mas podem ser reversíveis. Os métodos que nos criamos nos permitirão buscar novas drogas e entrar nos testes clínicos. Muito trabalho ate la, mas somos optimistas e queremos ver isso acontecer o quanto antes.
Tento manter as novidades, na área de neuro principalmente, atualizadas em uma coluna no portal G1: http://g1.globo.com/platb/espiral/
No mais, sinta-se a vontade de manter contato e se consultar sobre assuntos relacionados ao autismo e síndromes relacionadas.
Um grande abraço,

Alysson

Alysson R. Muotri, Ph.D.
Assistant Professor
University of California San Diego
UCSD Stem Cell Program
School of Medicine
Dept. Pediatrics/Rady Children's Hospital
Dept. Cellular & Molecular Medicine
9500 Gilman Drive - CMM-E, Room # 2039
La Jolla CA 92093-0695
Email: muotri@ucsd.edu
Phone: (858) 534-9320
Fax: (858) 822-3249

Obrigado pela pronta resposta. Um abraço e manterei contato.
Marcio Vieira

5 comentários:

Ana Carolina disse...

Gostaria do seu contato! anacwolff@gmail.com
Ana Carolina - psicóloga da AMA/Joinville

Luciana Nassif disse...

Dr Alyssin é assim...pronto ,atencioso...um sábio!!! Luz no caminho das nossas vidas...a cura virá...

Tânia disse...

Dr Alysson, por favor, li que o senhor pesquisa também a doença conhecida como ELA, esclerose lateral amiotrófica. Meu mariado foi diagnosticado com essa doença e já apresenta os primeiros sintomas, que já são devastadores. Como estão as pesquisas, o que devemos fazer para ter acesso a todas informações sobre o assunto?

Clarissa Oliveira disse...

Primeiramente, Quero parabeniza-lo, Pois foi o primeiro que não se conformou que o autismo não tinha cura! Pois todo mundo vivia a afirmar que o autismo não tinha cura.

Sou mãe de um Autista!

Meu contato: clarissariber@gmail.com

Desde já agradeço.

Atenciosamente,

Clarissa Oliveira
Rio de Janeiro.

Anônimo disse...

Sou pai de um autista, ele tem 12 anos, gostaria que você entrasse em contato, pois quando li esta matéria me enchi de esperanças...Genésio Junior